Os iogurtes Skyr do Lidl são a última moda do pessoal dito “fit”, pelo menos aqui pelo nosso país, Portugal.  Mais propriamente pelo sexo feminino. A correria por estes meninos é alucinante. São carregadas paletes deles diariamente para os frigoríficos do “pessoal fit”, e quando falamos nas paletes carregadas diariamente, é uma única pessoa que os esgota assim que estes chegam. É quase como se estivéssemos em guerra e houvesse racionamento de comida, estão a ver? Quando todos se atropelam por um pacote de arroz e massa que é largado da caixa aberta de um camião ou de um avião? É quase igual ahah. A diferença é que não estamos em guerra, não nos falta comida, e temos dezenas, ou mesmo centenas de marcas de iogurtes diferentes nas prateleiras de qualquer supermercado nacional.

Mas que raio é que faz com que o pessoal se atropele e descabele por um copo de iogurte de 150 gramas?

 

Será que aquilo tem lá dentro alguma feromona que provoca estes comportamentos digamos, pouco racionais por parte desta malta saudável? Não sabemos. Não fazemos ideia. Mas queremos descobrir!

Hoje decidimos ir fazer umas compras básicas, e por sorte, diríamos mesmo milagre, encontrámos vários exemplares desta maravilha numas prateleiras de um Lidl (não vamos dizer onde é por motivos óbvios de segurança e bem estar). Bem, mas depois de vermos tamanha quantidade o que nos ocorreu foi óbvio: isto está tudo fora do prazo. Esquece. Mas porque não custa nada verificar, aproximámo-nos para confirmar o óbvio. E não é que nos enganámos? Estavam dentro do prazo! Isto foi tipo o euromilhões, é uma vez na vida ahah.

 

Teve de ser, lá levámos um exemplar de cada para analisar esta maravilha láctea nos nossos laboratórios caseiros.

Com muito cuidado lá fomos embora, sempre com aquelas precauções de quem leva um malote de dinheiro e não quer correr riscos. Afinal tínhamos em nosso poder o produto mais procurado por milhares de indivíduos fit em Portugal. Todo o cuidado é pouco.

Felizmente tudo aconteceu em segurança e chegámos ao porto seguro das quatro paredes de nossa casa. Fomos então passar à análise porque já estamos fartos de viver na ignorância e na escuridão.

Iogurte SKYR | O que é? Rico em proteína? Valor nutricional

O que são estes iogurtes?


Aparentemente não têm nada de diferente de outro iogurte. Odor e aspecto semelhantes. A textura lembra um pouco o queijo quark, espesso e consistente. Passando agora ao sabor dos iogurtes:

Gonçalo: “Os naturais sabem a iogurte natural normal. São amargos, e apenas ganham em consistência. Os de sabor são iogurtes naturais normais, mas com um pouco de fruta no fundo do copo. Resumindo, não acho piada a iogurtes, e continuo a não achar. Desculpa Skyr, mas tens que te esforçar mais”.

Tatiana: “O iogurte natural é amargo, semelhante ao fromage blanc e a textura é mais espessa que o iogurte grego. Os iogurtes de sabor têm uma polpa de fruta no fundo (equivalente a uma colher de sopa), que ao ser misturada no iogurte, o aromatiza. Achei-o banal tendo em conta as selfies que correm por aí com 30 iogurtes nos carrinhos de compras. Se comprar um iogurte magro e fizer o mesmo com fruta esmagada sabe ainda melhor.”

Qual o valor nutricional dos Skyr?

Analisando agora isto rapidamente o que tem de novo? Ora, nada. Nada? Mas como assim perguntam-se vocês. São normais como qualquer iogurte magro. Não têm gordura, têm os mesmo hidratos e um pouco mais de proteína.

Mas os Skyr não são ricos em proteína??

Realmente criou-se pelas redes sociais e blogs um mito que os iogurtes Skyr são ricos em proteína.  Passamos a citar “são bombas proteicas”. Não, lamentamos mas não são. São alimentos baixos em proteína. Não é por terem um pouco mais de proteína (3 a 6 gramas) que um iogurte comum que se tornam bombas proteicas, verdadeiras fontes de proteína. Isso é falso, é absurdo.  O que dizer então de um bife? Equivale a quantas bombas proteicas? E um scoop de proteína? … Deve ser o equivalente uma bomba de hidrogénio. Chega-se ao ponto de dizer que é preciso ter cuidado com a proteína deles, pois podemos estar a ingerir em excesso! A liberdade de expressão é porreira, por isso estamos aqui a escrever isto, mas há pessoas que sinceramente não a mereciam ter depois de afirmarem coisas assim. Mas continuemos.

Mas então são maus nutricionalmente?

Não, claro que não. São semelhantes a qualquer iogurte, não se preocupem. Um skyr custa 0,69€. Pelo mesmo valor podemos comprar, não 1, mas sim 4 iogurtes de sabor com os mesmos hidratos e gordura. Vale a pena pagar mais por eles? É uma questão de gosto pessoal. Para nós não, mas se vocês gostam, força, não são melhores nem piores nutricionalmente.

Que conclusão tirar então?

De uma forma curta e directa: são iogurtes normais. Ponto final. Simplesmente o marketing foi muito bem conseguido. Afinal hoje em dia tudo o que tem proteína é saudável e fixe, não é? Então se dissermos que um iogurte é rico em proteína, que tem o dobro ou triplo em relação a um iogurte comum, ele vai vender que nem pão quente, certo? Certo.

 

Errado é associar produtos com adição de proteína a produtos mais saudáveis, por esse mesmo motivo, a adição de proteína. Ser “fit” está na moda, mas esta procura por “alimentos do bem” ou fórmulas mágicas, de saudável não tem nada.

P.S: Agora só esperamos não ter um batalhão de meninas fit à porta, prontas para nos acertar o passo (brincadeirinha).

Querem saber mais sobre iogurtes? Vejam aqui