Óleo de colza? Óleo de canola? Isto diz-vos alguma coisa?

Este óleo vem sido referido como um dos óleos mais saudáveis do mundo, carregado de benefícios, e com uma grande vantagem, baixo custo por exemplo em relação a um azeite virgem extra. Será mesmo um óleo tão incrível assim? Vamos então descobrir isso neste artigo.

O que é o óleo de colza?

O óleo de colza é obtido a partir de uma planta que é a couve nabiça ou também conhecida por colza. Esse óleo extraído a partir dessa planta era utilizada para fins industriais devido a ser tóxico para consumo humano, devido a duas substâncias:

✓ ácido erúcico

✓ glucosinolatos

O ácido erúcico num estudo realizado causou danos cardíacos a ratos, e os glucosinolatos são substâncias que davam o mau sabor ao óleo, e o tornavam impossível de consumir. No entanto, um grupo de cientistas quis tornar este óleo edível, então através de um processo de seleção criou um tipo de sementes que continham uma quantidade menor destas duas substâncias, e com isso passíveis de serem incorporadas na nossa alimentação.

Será que funcionou?

O óleo de canola é então saudável? Que benefícios tem?

Bom, é uma questão pertinente. Visto estas substâncias terem sido reduzidas, já não será tóxico, certo? Não é bem assim. A ingestão de ácido erúcico vai existir na mesma, apenas vai ser de uma forma mais reduzida. No entanto é um processo cumulativo, ou seja, a toxicidade continua, apenas mais lentamente.

Outra coisa muito importante. O processo de extração deste óleo das sementes está longe de ser algo natural, bem longe disso. Este óleo é exposto a temperaturas muitos altas, na ordem dos 300 graus! Sabem o que acontece às gorduras quando sujeitas a altas temperaturas, certo? Exatamente, são alteradas com facilidade e oxidam. Uma outra fase de produção do óleo de colza, é passar por um processo de lixiviação. Que acham do nome? Parece altamente natural e amigo da saúde, não? A extração do óleo é química, (não, não é como no nosso querido azeite virgem extra) em que é adicionado um solvente, o hexano, que mais tarde é encontrado nas garrafas de óleo que compramos no supermercado.

E mais uma coisa. Já ouviram falar da Monsanto? Uma empresa de ética um pouco discutível

na indústria da biotecnologia. Ela é quem produz as sementes desta planta, e que por acaso são geneticamente modificadas. Depois disto acho que ficam algumas dúvidas quanto à qualidade real deste óleo.

 

Mas então não tem benefícios?

A teoria por trás deste óleo é que o óleo de canola seria o substituto ao azeite virgem extra, devido ao seu alto teor ácido oleico e ómega 3, mas com um custo reduzido, ao contrário do nosso azeite, que de barato tem pouco como bem sabemos, em particular em países que nem sequer o produzem, como 99% do mundo! Mas isso não foi conseguido? Bem, basta verem a forma de produção deste óleo para qualquer pessoa ficar de pé atrás.

Óleo de Colza | O que é? A Canola faz mal? Toda a verdade

O que concluir? A Canola faz mal?

Resumindo estas linhas aqui acima. Estamos a falar de um óleo que naturalmente tem substâncias nocivas para o organismo, mesmo que através de processos de seleção tenham sido reduzidas. É produzido através de organismos geneticamente modificados, um tem a altamente controverso, pois a real segurança para a nossa saúde não foi provada, muito longe disso. E ainda, passa por um processo de produção altamente agressivo, com o uso de altas temperaturas e de produtos químicos.

O que vos podemos dizer, é que aqui na Scoop by Scoop, ninguém vai tocar nesse óleo. Há demasiada poeira sobre este alimento e não vamos optar por algo assim na nossa dieta. E se há uma coisa que nós defendemos, é que não existe nada melhor do que aquilo que a natureza nos oferece, e a colza não foi algo que naturalmente nos tenha sido oferecido por ela para fazer parte da nossa alimentação, necessita de um longo processo até se tornar um produto minimamente edível. Felizmente no nosso país (Portugal), não é algo comum nos supermercados, pelo menos ainda, e esperamos que assim continue.

Nós não confiamos, nem recomendamos. Não há nada melhor que o nosso azeite virgem extra, não estamos interessados em mudar!