Vício em Comer Doces

É possível ser viciado em doces? Chocolate?


Sim, é. O denominador comum aqui é o açúcar. Há realmente evidência científica que mostra
que o açúcar pode causar dependência em maior ou menor grau (depende da pessoa), e tudo indica que se deva à libertação de neurotransmissores, as hormonas dopamina e endorfina (a conhecida e famosa hormona do bem estar).


É comum existir em pessoas viciadas em açúcar uma necessidade extrema por tudo o que seja doce, tendo ou não apetite, e por norma após a ingestão do mesmo que é quase sempre de forma exagerada surge um sentimento de culpa, de arrependimento. Isto é um distúrbio.

Melhores Descontos

aqui

Quais são os sintomas da dependência por açúcar?

Uma pessoa que tenha esta dependência quando fica sem ingerir açúcares por algum tempo
começa a ficar ansiosa, irritada ou triste. Estes são sintomas comuns.

 

Quando atinge este estado de sentimentos irá “atacar” sem “piedade” os doces que encontrar. Após o consumo irá sentir-se relaxada, mas algum tempo depois vai sentir uma frustração e fracasso por ter feito o que fez.


Ainda há um grande sentimento de negação por parte da sociedade de que os alimentos não podem causar dependência como as drogas, mas podem, e muito.

 

Posso-vos dizer que já vi de perto casos de pessoas viciadas em açúcar e o comportamento delas assusta, pois estamos apenas a falar de comida.

Qual a razão para esta dependência e vício?

Existirá uma componente genética que torna as pessoas mais ou menos predispostas a um determinado vício, mas acima de tudo este problema é cultural.

 

Existe uma fraca educação alimentar por parte da família, seja porque a vida moderna é demasiado acelerada e impede um maior contacto e troca de informação ou mesmo por ignorância.

 

A televisão não ajuda com a publicidade que faz, levando as pessoas a ficarem curiosas por determinados produtos, que na realidade não passam de açúcar embalado em formato diferente, seja ele uma bolacha, um bolo, um gelado ou uma bebida. Depois os fabricantes desses produtos sabem perfeitamente que o sabor doce é mais agradável ao nosso paladar, e não terão problemas em adicionar açúcar para nos fazer comprar mais, e assim eles lucrarem ainda mais. Ou seja, há aqui vários factores a favor desta dependência.

O que fazer para ultrapassar o vício por doces?


Primeiro de tudo temos que assumir que temos esse problema. Sem este passo nada feito.

 

Depois devemos procurar ajuda profissional, seja em termos de nutrição, seja no lado psicológico-mental. Este problema é sério, e não se resolve sozinho.

 

Não pensem que um viciado em doces é um obeso. Pode bem ser uma pessoa magra com um transtorno alimentar e psicológico muito grave. Nunca ouviram falar daquela pessoa magrinha que passa o dia todo quase sem comer e depois quando chega a casa come chocolates, bolachas e outros doces em parar? Certamente que sim.

Conclusão

 

É importantíssimo que aprendamos a comer, e que entendamos a real função da comida.

 

Temos que saber utilizar a comida de forma sábia, e não apenas porque nos dá prazer.

 

Não criem sentimentos com a comida. Não é o chocolate que vai resolver o vosso problema no trabalho. Se vocês têm um problema resolvam-no, se estão stressados percebam o motivo, se estão cansados, descansem. Mas não usem a comida como desculpa para tudo e assim se sentirem “livres” de comer sem culpa.

 

Comer não é uma questão de ter ou não culpa. Ninguém é culpado por comer. Mas temos de ser racionais e inteligentes nas escolhas que fazemos, pelo bem de todos, pois uma mente sã e racional pode ajudar a mudar o mundo, uma mente com problemas e vícios apenas prejudica quem está próximo.