Importância do Sono | Descanso Anabólico

De segunda a sexta acordamos bem cedo, sempre às 05:00 e ao fim de semana às 07:00 (em que o Gonçalo é literalmente arrastado para se levantar), mas para isso ser possível sem prejudicar fisicamente os nossos objetivos, temos que nos deitar igualmente cedo.

 

Uma boa noite de sono pode influenciar nos ganhos musculares?

Ou até mesmo na perda de gordura? SIM!

Fatores como o tipo de alimentação, o consumo de alimentos estimulantes (café, chocolate, refrigerantes) e a ingestão de bebidas alcoólicas são alguns fatores que podem alterar a qualidade do sono.

No nosso corpo algumas hormonas são produzidos à noite como a hormona de crescimento (hormona que leva ao crescimento muscular), e a leptina (hormona inibidora do apetite). Uma noite de sono curta ou mal passada pode reduzir a produção de leptina e aumentar a grelina (hormona que estimula o apetite).


Na fase mais profunda do nosso sono libertamos insulina que leva ao equilíbrio dos níveis de glicose (açúcar no sangue). Se não tivermos uma boa noite de sono há um aumento do cortisol (hormona do stress), que descompensa a insulina, que pode levar ao ganho de peso e ao aparecimento de diabetes. Além disso o aumento do cortisol proporciona uma maior alteração do humor.
 

Como perder gordura corporal e minimizar a perda de músculo?

Além de alimentação correta e prática de exercício físico, uma boa noite de sono é fundamental. Uma má noite de sono sem dúvida que afeta o nosso dia, no trabalho, nos treinos, no convívio com os outros, na nossa alimentação e até auto-estima.

Uma boa estratégia para existir uma boa noite de sono, para além de criarmos uma rotina sólida e adaptada a cada um de nós, é incluirmos na última refeição alimentos com alto teor de proteína e gordura, que irão proporcionar-nos um sono mais profundo e anabólico.

 

 

Alimentos ricos em gordura e proteína:

Gorduras: nozes, amêndoas, amendoins, abacate, linhaça.

Proteínas: claras, queijo fresco, iogurte natural, whey.